Devoção

Devoção a Virgem de Fátima aproxima as pessoas de Deus

Missionária da Comunidade Canção Nova conta que a devoção ao Imaculado Coração de Maria a aproxima de Deus

Morei em Fátima, Portugal, durante seis anos. Posso afirmar que conhecer essa devoção e ter a oportunidade de aprofundar-me nela foi uma das maiores graças que Deus me concedeu. Na verdade, eu sempre cultivei um carinho especial por Nossa Senhora de Fátima, porque, durante a catequese, na minha infância, eu ouvia falar, muitas vezes, a respeito dos pastorinhos e das aparições de Nossa Senhora, que falava com eles; e essa história sempre me chamou à atenção. Porém, era uma experiência de criança, e eu nunca havia me interessado em conhecer melhor a devoção depois que cresci. Até que, no ano de 2007, fui transferida como missionária da Comunidade Canção Nova para morar em Fátima; então, tive a oportunidade de conhecer a história com mais profundidade e fiquei apaixonada pela devoção. Descobri, inclusive, que a essência da Mensagem de Nossa Senhora em Fátima é chamar a atenção dos homens para as verdades eternas da salvação a partir da reparação das ofensas cometidas contra Deus, contra Jesus e o Imaculado Coração de Maria; e a vida de oração regada pelo espírito de sacrifício e oferecimento a Deus.

Devoção a Maria

Esse contato com a mensagem de Fátima e a devoção ao Imaculado Coração de Maria foi me tornando uma pessoa mais próxima de Deus, e ajudando-me a viver uma dimensão maior na intimidade com Nossa Senhora, que entrou em minha vida de forma muito concreta com sua intercessão.

Um dos fatos que destaco é que, em Fátima, conheci meu esposo (na época, ele já era da Comunidade Canção Nova, mas não nos conhecíamos). Namoramos, noivamos e casamos, cada passo dado era regado pela oração e presença de Nossa Senhora. Percebemos, nos detalhes, que foi pelas “mãos de Maria” que Deus nos uniu, e continuamos cultivando, com carinho, nossa devoção e gratidão a ela em nossa família. Um outro fato que destaco é que tive a graça de morar bem próximo ao Santuário onde fica o local das aparições de Nossa Senhora; então, praticamente todos os dias, eu estava lá participando das Missas, rezando o rosário e, muitas vezes, participando das procissões iluminadas pelas velas de milhares de peregrinos em meio a cantos e súplicas de diversas nações.

Recordo-me que foi durante uma dessas procissões que uma senhora pediu minha ajuda, com gestos, para vestir seu casaco, pois não sabia falar o português, como eu também não sabia falar sua língua. Respondi com gesto e a ajudei. Como tanto eu quanto ela estávamos sem companhia, decidimos seguir a procissão juntas, rezando cada uma em sua língua com grande devoção até o fim. Depois, com um abraço e um sorriso, despedimo-nos e eu fiquei certa de que, para os filhos de Nossa Senhora, a linguagem comum é o amor, e em Fátima isso é muito evidente.

:: Confira outros testemunhos atribuídos a Virgem de Fátima

Aliás, palavras em Fátima, na maioria das vezes, são desnecessárias. É o silêncio que fala! Logo quando cheguei no Santuário e vi aquele lugar imenso, com tantos peregrinos e, ao mesmo tempo, com tanta harmonia, silêncio, paz e recolhimento, pensei: “Certamente, Deus está aqui!”. E a cada dia fui constatando isso nos detalhes dos acontecimentos. Não é só o silêncio em si, é o recolhimento interior que cada peregrino adquire, logo ao chegar no recinto do Santuário, e leva para a vida. Por tudo isso, acredito que, em Fátima, existe algo de sobrenatural que não se consegue traduzir com palavras, é uma questão de experiência.

Talvez, o conselho que Jesus deu aos discípulos de João (Jo 1, 39), caiba bem aqui: “vinde e vede”. Hoje, moro no Brasil, mas Fátima continua morando em meu coração. Por onde vou e também nos trabalhos que realizo pelos meios de comunicação procuro divulgar a mensagem e seu apelo, além da grande promessa de Nossa Senhora durante a sexta aparição: «Por fim, meu Imaculado Coração triunfará». Portanto, coragem! Caminhemos confiantes com a intercessão da Virgem do Rosário de Fátima, como ela mesma se apresentou, sabendo que temos uma Mãe e, aconteça o que acontecer, ela está conosco, seu imaculado coração será sempre nosso refúgio!

Dijanira Silva
Missionária da Comunidade Canção Nova

Assista: 

 

↑ topo